OSAMA, OBAMA… BAH

2 05 2011

É, e assim caminha a humanidade….

Acabo de saber via twitter que os EUA anunciaram que mataram OSAMA BIN LADEN. Ai, ai, quanta besteira….

Em primeiro lugar, eu não acredito em nada que o governo americano diz até que se prove (e muito bem provado) o contrário!!! Esse mesmo país forjou que “venceu” (entre aspas porque não há vencedores em qualquer guerra, é só mais destruição pra humanidade) a Guerra do Vietnã, utilizando o seu poderio monetário e arsenal midiático criando um auto-herói chamado RAMBO e que contou mentiras demais pros seus espectadores. Triste.

E não é só isso, né, gente!!! Os EUA é uma nação que foi construída baseada em mentiras, em mensagens irreais lançadas para todas as nações, eles conseguiram colocar o dinheiro em primeiro lugar nas mentes e corações das pessoas, via publicidade, via Hollywood, via multinacionais destruidoras de culturas locais etc,etc,etc. E sempre arquitetando muito bem quais “verdades” iriam disseminar.

Eles fizeram as pessoas acreditarem no padrão de felicidade corporativo, que pra mim é patético, e até hoje tem milhares de adeptos no mundo todo, que trabalham sustentando uma máquina injusta, desigual e destruidora.

Eles sempre quiseram ser os melhores, os tais, os mais inteligentes, os mais ricos, os “mais-mais”, tanto que quando aconteceu o episódio do 11 de setembro não foi um espanto pra muita gente, pois o que aconteceu é algo óbvio da vida, ação e reação, bate-volta etc,etc… não que eu defenda atos terroristas, sinceramente não acredito que matar pessoas pode ser bom pra humanidade, mas o fato foi totalmente compreensível levando em conta o histórico do Tio Sam. Aliás, o número de pessoas que morreram naqueles prédios, não chega nem aos pés dos muitos milhares de vidas inocentes que os EUA exterminaram até hoje e foram encobertos pela mídia… pelo contrário, veja a mídia brasileira, que paga um pau bem grande pra eles e os defende até debaixo d’água (vide Rede Globo e Revista Veja).

Não vi as imagens, mas fiquei sabendo que o povo norte-americano está comemorando a suposta morte do Osama como se fosse uma final de Super Bowl, é no mínimo estranho, né??? Mostra o quanto a típica sociedade norte-americana é doida varrida e baseada em valores altamente questionáveis.

Bom, esse assunto mexe comigo, fico perplexo com as atitudes dessa nação, só posso dizer que eles não são felizes.

A seguir, disponibilizo uma charge do Carlos Latuff, um ótimo cartunista que tem o trabalho focado no ativismo-social.

** Tradução do texto da charge: “Descanse em paz, Osama… nós vamos sentir a sua falta“.

Agora disponibilizo um texto baseado nos acontecidos no 11 de setembro. Que eu saiba o autor é anônimo. Vale muito a pena ler!!!

Vamos fazer um minuto de silêncio em homenagem aos 5.000(?) americanos, a maioria civis inocentes, mortos covardemente por terroristas que ainda não se sabe quem são.

Já que você está em silêncio, fique quieto mais treze minutos em homenagem aos 130.000 civis iraquianos mortos em 1991 por ordem do Bush Pai.

Aproveite para lembrar que naquela ocasião os americanos  também fizeram festa, como os palestinos fizeram terça 11/09. Emende mais 20 minutos pelos 200.000 iranianos mortos pelos iraquianos com armas e dinheiro fornecidos a Sadam Hussein (ainda novinho na época) pelos mesmos americanos que mais tarde virariam sua artilharia contra ele.

Mais quinze minutos pelos russos e 150.000 afegãos mortos pelo Taliban,  também com armas e dinheiro americano.

Mais dez minutos pelos 100.000 japoneses mortos direta e indiretamente em Hiroshima e Nagazaki, também por ação direta da águia.

Você já está em silêncio há uma hora (um minuto pelos americanos e 59 por suas vítimas).

Se você ainda está perplexo fique mais uma hora em silêncio pelos mortos na guerra do Vietnã, da qual os americanos não gostam de ser lembrados.

Fica aqui o desejo de que o sensacionalismo dos “ataques à Nave Mãe” não apague as mortes miseráveis causadas por eles todos os dias nos países atingidos por sua política expansionista e devastadora, já que estes  crimes sociais não têm esses “efeitos cinematográficos” e ficam em subplanos nos noticiários mundiais.

E eles ainda falam em “Freedom”…





OBAMA E O WIKILEAKS

11 12 2010

Mais Wikileaks: Charge representa Obama e sua “torneira” pingando sem parar. Por Carlos Latuff:

A frase em inglês significa: “Essa torneira está me dando nos nervos!!!”. E aí, curtiu???








Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 50 outros seguidores