OMB/ORDEM DE CÚ É ROLA!!!!!

3 08 2011

Eu não conheço bem a OMB – ORDEM DOS MÚSICOS DO BRASIL, mas posso garantir que o que ouvi até hoje sobre ela não foram coisas nada boas. Já me falaram sobre isso desde camaradas músicos como eu, até uma letra e música da banda Mundo Livre S/A, escrita pelo Fred 04. Faço minhas as palavras dele: “Quem precisa de ordem… pra escrever, pra cantar, pra viver, pra amar???”.

A “ordem” e o “progresso” estão escritas na bandeira brasileira desde que eu nasci, talvez mais uma prova de que não precisamos dessa talordem que “eles” sugerem. E como dizia meu velho amigo Raul dos Santos Seixas: “Tem que ser selado, registrado, carimbado, avaliado se quiser voar…”. Tá na hora disso cair.

Segue post do site do Galldino (http://www.galldino.com), da banda O Teatro Mágico sobre boas notícias em relação a OMB (prima-direta do ECAD):

Por unanimidade, o STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu nesta segunda-feira (1º) que o músico não precisa ter registro em entidade de classe para exercer sua profissão.

Os ministros julgaram o caso de um músico de Santa Catarina que foi à Justiça ao alegar que, em seu Estado, ele só poderia atuar profissionalmente se fosse vinculado à Ordem de Músicos do Brasil.

Em diversos locais do Brasil, músicos são obrigados a apresentar documento de músico profissional — a “carteirinha de músico” — para poder se apresentar.

A decisão vale apenas para o caso específico, mas ficou decidido que os ministros poderão decidir sozinhos pedidos semelhantes que chegarem ao tribunal. Ou seja, se o registro continuar a ser cobrado, será revertido quando chegar no tribunal.

Para a ministra Ellen Gracie, relatora da ação, o registro em entidades só pode ser exigido quando o exercício da profissão sem controle representa um “risco social”, “como no caso de médicos, engenheiros ou advogados”, afirmou.

O colega Carlos Ayres Britto disse que não seria possível exigir esse registro pois a música é uma arte. Ricardo Lewandowski, por sua vez, chegou a dizer que seria o mesmo que exigir que os poetas fossem vinculados a uma Ordem Nacional da Poesia para que pudessem escrever.

Já o ministro Gilmar Mendes lembrou da decisão do próprio tribunal que julgou inconstitucional a necessidade de diploma para os jornalistas, por entender que tal exigência feria o princípio da liberdade de expressão.
Fonte: Folha.com





E CARLOSCARLOS ENCONTRA PADRE QUEVEDO NA MARCHA DA LIBERDADE

30 05 2011

Em um golpe de improviso, durante a Marcha da Liberdade 2011, quando estávamos descendo a Consolação, eis que eu encontro o figuraça Padre Quevedo, aquele mesmo que diz: “Demônioss não equisistem, é tudo una mentira!!!”.

Enfim, nós batemos um papo sobre a Marcha e o VídeoBlog Bola & Arte disponibiliza pra vc assistir:

E aí, o que vcs acharam???





MARCHA DA LIBERDADE PROIBIDA: COMO ASSIM???

28 05 2011

Na semana passada expressei minha perplexidade ao saber que a Marcha da Maconha havia sido proibida pelo Ministério Público. Mesmo assim, estive lá, trabalhei, fiz minha cobertura pra TVT.

Durante toda essa semana o Twitter foi permeado pela hashtag #marchadaliberdade, se referindo a Marcha prevista para esse sábado, 28/maio/11, as 14hs, na Avenida Paulista. Só que dessa vez a parada é outra, tem um outro viés. A idéia é marchar e lutar pela liberdade de expressão, com a participação de diversas causas e movimentos sociais atuando em conjunto, o que é maravilhoso!!! Temos que ter o simples direito de nos expressar!!! Sem isso, não somos nada.

Aí que agora a noite eu recebo a informação que a Marcha foi proibida mais uma vez. Perplexidade. Realmente difícil de acreditar. O que está acontecendo??

Ou seja, mesmo com a vergonha alheia (apesar de não acreditar que eles sentem vergonha) que a polícia passou semana passada, após agredir violentamente manifestantes que protestavam pacificamente, a justiça vem novamente com a sua cegueira de costume para coibir e proibir o ATO. TUDO PELA ORDEM. TUDO PELO PODER.

Só posso lamentar tal censura e proibição e afirmar que estarei presente mais ainda ao saber dessa notícia. Por um lado é bom isso acontecer pois quanto mais violência a polícia e o Estado utilizarem, mais rápida as máscaras deles vão cair. Mais velozmente o véu de hipocrisia que se esconde no cotidiano vai cair, então eles que venham com suas já conhecidas brutalidades e insanidades ditatoriais!!!

O que eu quero é paz na terra e no coração dos homens e mulheres. Mas as vezes, pra chegarmos na paz, precisamos passar por dolorosos sofrimentos. Espero que esses sejam mais passos para alcançarmos a vitória e definitivamente deixarmos pra trás tanta hipocrisia!!!

Agora segue texto com o comunicado da proibição, extraído do linque http://jovempan.uol.com.br/:

O Ministério Público do Estado de São Paulo conseguiu nesta sexta-feira liminar do Tribunal de Justiça que proíbe a realização da Marcha da Liberdade, programada para acontecer às 14h deste sábado, no vão livre do Masp, na avenida Paulista. A decisão do desembargador Paulo Antonio Rossi estende os efeitos da liminar concedida na última semana contra a Marcha da Maconha.

No pedido, o Ministério Público demonstrou que “a Marcha da Liberdade disfarçava um movimento em favor do consumo de entorpecente, em estratégia formulada após a proibição da Marcha da Maconha”. O pedido de liminar foi feito pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão aos Crimes previstos na Lei Antitóxico (Gaerpa).





CURSOS GRATUITOS DE TEATRO EM SP

9 02 2011

Salve galera!! Se liguem nesses cursos gratuitos de teatro, a oportunidade parece ser interessante!!! Grande abraço, CarlosCarlos

Difusão Cultural Abre 490 Vagas para Cursos Gratuitos

Gerar espaços de formação contínua para os participantes, além de estabelecer diálogos entre as temáticas oferecidas nos Cursos Regulares é o objetivo dos Cursos de Difusão Cultural oferecidos pela SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco.

As temáticas dos cursos oferecidos gratuitamente atingem áreas múltiplas das artes do palco, tais como teatro de sombras; atuação; mímica corporal dramática; gestão de projetos cênicos; produção cultural; criação de elementos visuais para o teatro; performance; formas de realismo; teatro clássico oriental; utilização sonora de objetos; reteatralização do teatro e as relações do teatro com a psicanálise.

Os orientadores são profissionais de notório reconhecimento, com atuação de destaque no cenário cultural brasileiro, como Aimar Labaki, dramaturgo, diretor e ensaísta; André Luiz Cherubini, diretor e ator de teatro de animação; Alexandre Mate, pesquisador e Mestre em teatro pela ECA/USP; Alice K., diretora e performer; Ana Paula Galvão, especialista em gestão cultural; Heloísa Cardoso, artista plástica; Kil Abreu, jornalista especializado em teatro; Liang Jung, diretor chinês da Cia. de Arte Popular de Shaanxi; Nadja Turenko, atriz, diretora e professora; Paulo Afonso, professor e músico; Rejane Arruda, atriz e encenadora; e Sérgio Zlotnic, psicanalista.

Além dos cursos com duração de 64 horas, em módulo único, os candidatos também podem se inscrever em cursos de dois módulos, com 32 horas cada um. Nesse caso, os participantes farão sua matrícula para o primeiro módulo e, quando devidamente selecionados e aprovados, terão garantia de vaga para o segundo. As aulas serão realizadas de segunda à sexta-feira, em diferentes horários.

Interessados devem fazer sua inscrição até as 18h do dia 18/02 por meio do site http://www.spescoladeteatro.org.br. O processo de seleção consiste na análise curricular e de carta de interesse. O candidato deve ser maior de 18 anos e possuir Ensino Médio completo.

Confira a programação dos cursos em http://www.spescoladeteatro.org.br/difusao-cultural.

Informações:
SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco
Fone: (11) 2292-7988
Horário: de 2ª a 6ª feira, das 9h às 18h
http://www.spescoladeteatro.org.br





PROTESTO EM SP PELA LIBERDADE DE JULIAN ASSANGE

10 12 2010

Recebi por email a informação de que nesse sábado vai rolar uma manifestação a favor da libertação de Julian Assange, do WikiLeaks. Seguem infos e comunicado sobre o protesto:

A reação à prisão de Julian Assange na Inglaterra começa a ir além da web. Um grupo de apoio ao líder do WikiLeaks convoca para o sábado 11 um protesto diante do Consulado Britânico em São Paulo pela liberdade de Assange. O mesmo grupo criou o blog Liberdade para Assange. A manifestação será às 11h:


Amigo nosso está preso por expôr algumas verdades.

Pára um pouquinho e lê isto aqui.

Você tem acompanhado na TV as notícias sobre os vazamentos de documentos secretos dos Estados Unidos? Eu vou falar disso aí.

Uma organização chamada Wikileaks teve acesso a milhares de telegramas com conversas entre os embaixadores dos Estados Unidos e a Casa Branca e os vêm divulgando para que as pessoas saibam como são realmente os governos dos seus países. Nisso tudo foi revelado que os Estados Unidos estão planejando um golpe no Irã, que eles mandaram espionar muita gente (até mesmo o presidente da ONU) e que o Nelson Jobim, nosso ministro da Defesa, vira e mexe almoçava com o embaixador estadunidense pra fofocar sobre o que o governo brasileiro estava fazendo.

O fundador da Wikileaks se chama Julian Assange e foi preso pela polícia inglesa na última terça-feira por ter, supostamente, estuprado uma mulher – que coincidência essa acusação sem provas agora, não? Então estamos aqui em frente ao Consulado da Inglaterra para denunciar que o que eles querem é, na verdade, calar Assange e a Wikileaks! Mas não vão conseguir: veja você mesmo os documentos em http://www.wikileaks.ch ou em wikileaks.midiaindependente.org .





O VELHO OLIGOPÓLIO DA MÍDIA NO BRASIL

23 11 2010

Bom.. esse assunto já é antigo no Brasil. Mas mesmo sendo antigo, muitas e muitas pessoas insistem em não pensar sobre e preferem alimentar seus coraçõezinhos e mentes de telenovelas de conteúdo duvidoso e telejornais que transmitem suas “verdades absolutas” a milhões de brasileiros.

O que já era fato pra mim foi se transformando cada vez mais em realidade concreta quando fui estudar comunicação no ano de 2002 e me formei no ano de 2005, no curso de Rádio e Tv. Na ocasião, a grande maioria de estudantes de tal curso não se mostravam muito preocupados com as questões de oligopólio midiático e de trabalharem por uma real democratização da mídia/comunicação no Brasil.

Mas, como eu não vim a esse planeta por acaso e faço questão de acreditar e agir em prol de mudanças efetivas por aqui, eu, CarlosCarlos, continuo através do Projeto/Programa Bola & Arte, difundindo informações a respeito dessas prisões em que estamos inseridos todos os dias no nosso país tão amado e sofrido, Brasil.

Oxalá um dia o Brasil terá outros procedimentos para apropriação de concessões para o povo brasileiro, para quem quiser difundir e divulgar informações fora do monopólio midiático, e isso vai depender exclusivamente de nós mesmos, para que a comunicação pare de ser de “rico pra pobre” ou do “sudeste para o resto do Brasil”, descentralizando assim e democratizando o que é direito humano e essencial para que um povo se desenvolva mais livremente.

E praqueles que pensam que é utopia, que é impossível, eu deixo a pergunta: porque em outros países as concessões são mais democráticas e no Brasil não?? Deve ser por nossa história elitista e dominadora, de uma elite para um povo. Mas ainda vai mudar. E todos nós celebraremos esse dia em que nossos filhos e gerações vindouras gozarão de um lugar melhor pra se viver.

Assistam agora esse vídeo do Coletivo Intervozes (parte 1 e parte 2), que luta pela democratização da comunicação em nosso país e mostra de forma simples e direta o que muitos ainda não querem ver e admitir. Assistam:

Parte 1:

Parte 2:

E aí, qual a sua opinião a respeito???





CARLOSCARLOS E SÉRGIO AMADEU NA CAMPUS PARTY 2010

26 01 2010

CarlosCarlos conversa com Sérgio Amadeu, Coordenador da área de conteúdo da Campus Party 2010, 
linha de frente nas questões de liberdade na rede, liberdade na internet. CarlosCarlos fala sobre a liberdade dos corações. Assista ao vídeo e deixe os seus comentários sobre:





O verdadeiro Futebol-Arte: Entrevista com Alceu, coordenador do Projeto “Futebol de Rua”, de Heliópolis, SP.

27 11 2009

Saaalve galera Bola e Arte!!! É com muito prazer que inauguro a Sessão de entrevistas escritas do VídeoBlog Bola e Arte, e claro, um vídeozinho pra ilustrar que sempre é bom, né??

Hoje, não poderíamos começar melhor: Bati um papo com Alceu, que toca um projeto intitulado “Futebol de Rua”, em Heliópolis, zona sul de SP. O projeto é maravilhoso e faz nossos pequenos brasileiros passarem tardes felizes e produtivas fazendo o que tem mais talento pra fazer e aprendendo a se relacionar e agir com “Fair Play” – Vejam o vídeo:

O Futebol de Rua é todo articulado no dito “freestyle”, improviso com a bola no pé, sem permissão de fazer falta senão fica fora dois minutos e com um conceito de “não-regras” muito interessante!! Salve a anarquia bem articulada!!!

Conheci o Alceu durante a “Virada Esportiva” aqui em SP, quando eu ainda estava trabalhando no Programa Novo da Tv Cultura.. batemos uma bola juntos, gravamos matéria e trocamos contatos!!

Mas quem pode explicar tudo isso melhor pra vcs é o próprio Alceu, que o VídeoBlog Bola e Arte tem o prazer de apresentar agora:

 

CarlosCarlos Bola e Arte:  Se apresente e apresente o Projeto “Futebol de Rua” p/ a galera do VídeoBlog Bola e Arte.

Alceu:  Salve Bola e Arte !!!  

Meu nome é Alceu de Campos Natal Neto, um apaixonado pelos esportes e especialmente pelo futebol. Desde cedo correndo atrás da bola, seja no futsal, seja no campo, na várzea, o importante era bater uma bola.

Sempre fui apaixonado pelo futebol arte e como não podia deixar de ser, na eliminação da seleção de 82 na Copa, quebrei 2 vidros em casa de raiva, incrédulo, é o fim do futebol arte…..

Em 2005, resolvi escrever um projeto cuja finalidade seria um futebol bonito, com dribles, livre, alegre, tipo nós quando eramos moleques e jogávamos na rua, tabelando com as paredes, com a kombi estacionada, driblando os postes e assim nasceu o Futebol de Rua !!!

Esse projeto tornou-se realidade no ano de 2006 com a fundação da ONG Futebol de Rua e a implantação do primeiro núcleo na Comunidade de Heliópolis, em São Paulo.  

 

CarlosCarlos Bola e Arte: Fale sobre esse vídeo que vc disponibilizou pra gente. Regra número 1 do Futebol de Rua: Fair Play??

Alceu: Bom, os meninos do vídeo estão conosco desde a abertura do núcleo em Heliópolis e entenderam bem o espírito do Futebol de Rua, dos dribles, não fazer falta e também são habilidosos, dando altos dribles na molecada lá.

O Fair Play no Futebol de Rua é o jogue e deixe jogar, não pode fazer falta, deixar o jogo bonito corrrer solto e quem fizer está 2 minutos fora e se reincidir, fica fora da partida.  Se tomar um drible falamos para dar outro melhor, inventa, criem dribles novos, improvisem, o importante é o olé, a jogada bonita, um drible com uma assistência, enfim, o futebol arte, bom para quem joga e lindo para quem assiste!!!

Esse é o Fair Play do Futebol de Rua !!!

 

CarlosCarlos Bola e Arte: Vc se surpreende com o talento da meninada que faz parte do Projeto Futebol de Rua?? Aparecem muitos interessados?? 

Alceu: Pô, CarlosCarlos, me surpreendo e muito !!! Por darmos total liberdade para eles criarem, se divertirem jogando bola, a cada treino eles nos surpreendem, nos fazem dar boas risadas !!!  Temos uma parte durante o treino que se chama “Momento FreeStyle”, onde durante 10 a 15 minutos, com vários tipos de bolas (tênis, golf, de meia, de vôlei, etc….), eles ficam fazendo embaixadinhas e malabarismos, seja sozinho, seja em rodas de alunos, o importante é estar ali deixando a criatividade fluir.  Você teve a oportunidade de acompanhar alguns alunos na Virada Esportiva desse ano e pode ver os meninos se apresentando felizes da vida !!!

Alunos interessados sempre aparecem Carlos, se tivessemos a possibilidade de abrirmos mais núcleos, com certeza lotaríamos de alunos, contudo não temos professores/voluntários suficientes para suprir essa necessidade. Em Heliópolis estamos lotados e sempre tem novos alunos esperando vagas.

Com relação ao interesse para patrocinar/colaborar com o projeto, infelizmente não, Carlos. Hoje o Futebol de Rua vive literalmente das suas próprias pernas, de apresentações que fazemos, de Clínicas que damos, enfim, estamos na correria, mas ainda é pouco para podermos remunerar merecidamente todos os nossos profissionais envolvidos no projeto.  Escrevemos a Lei de Incentivo ao Esporte esse ano e estamos no aguardo dela ser aprovada no Ministério dos Esportes.

 

CarlosCarlos Bola e Arte: Nos âmbitos profissionais do futebol vemos cada vez menos espaço pro chamado Futebol-Arte. Porque isso vem acontecendo?? Vc acredita que hoje em dia os atletas-mirins são orientados desde cedo a não ousar??

Alceu: Hoje o futebol profissional é muita transpiração e pouquíssima inspiração. A força física praticamente consegue anular a técnica de um grande jogador nos jogos profissionais. Tanto que nos times de hoje, 99% jogam com 1 meia armador e 2 volantes!!?? Assim é facil de se marcar, o adversário tem 2 volantes, 3 zagueiros e um arsenal de faltas para parar aquele que brilha no espetáculo da bola. Os meias habilidosos estão cada vez mais escasos, o camisa 10 sumiu….

Acredito sim que desde as categorias de base hoje há cobrança para marcar, passar a bola rápido sem driblar, tocar rápido para não receber a falta ou perdê-la. Os meninos até tentam driblar, mas quando perdem a bola já ouvem que armaram um contra ataque, ou a perda da bola originou o gol ou a derrota do time e é assim que eles relacionam o drible desde cedo e aos poucos o drible vem morrendo, dando espaço aos chutões.

No Futebol de Rua queremos ver só camisas 10 em campo !!!

 

CarlosCarlos Bola e Arte: O que vc acha de marcadores que intimidam por palavras e violência os dribladores de praticarem lances e dribles bonitos?? 

Alceu: Ainda tem muitos por aí, desde a várzea até o profissional, mas esses valentões não estão com nada, geralmente são aqueles ruins de bola que ou correm muito ou batem muito. No profissional, com a TV cada vez com mais recursos tecnológicos isso está fadado a acabar, mas a lenda existirá sempre.

A resposta para esses valentões caneludos são os dribles, os olés, até causar a expulsão deles de campo.

 

CarlosCarlos Bola e Arte: Fale sobre os princípios de “não-regras” do Futebol de Rua. Existe um lado anárquico no futebol??

Alceu: Somos movidos a regras diariamente Carlos, isso pode, aquilo não pode……o futebol com milhões de regras, câmeras vendo tudo e mesmo assim árbitros fazendo barbaridades em campo, as regras existem mas depende para quem ela é válida, no futebol profissional, nem todos são iguais….

Com certeza temos o lado anárquico do FdR (Futebol de Rua), o não as regras, as barreiras, no FdR todos são iguais e ganha o mais habilidoso na quadra e todos que estão assistindo fora dela. Mas implícito nesse principio de não ter regras é que entram os valores, o respeito em levar o drible e dar outro, a alegria, a amizade entre jogadores, professores e o mais legal é que os próprios alunos ensinam os dribles e truques uns aos outros.

 

CarlosCarlos Bola e Arte: Vc tem uma jogada preferida no chamado Futebol de Rua??

Alceu: Pô, CarlosCarlos, é dificil dizer uma jogada somente, é injusto, os dribles em geral me deixam muito feliz, me fazem dar risada, na verdade adoro o chamado moleque abusado, aquele que pega a bola e já parte pra cima com uma série de dribles, caneta, carretilha, etc…. gosto também de ver aquelas jogadas que o time inteiro participa, com dribles e belos toques e assistências…..e acho lindo mesmo a bicicleta !!!  Vixi, vou parar por aqui senão vou longe……

 

CarlosCarlos Bola e Arte: Quase todo menino no Brasil carrega ou carregou o sonho de ser jogador profissional. Isso aconteceu com vc também?? Ou com o seu filho (se for pai)??

Alceu: Com certeza Carlos, quando moleque meu sonho era ser jogador de futebol profissional, sonhava em entrar nos estádios cheios, com a torcida lotada…. quem não sonhou em jogar no Maracanã lotado, fazer um golaço e correr pra torcida ??!!

Mas é isso que passamos para a molecada dos nossos projetos, não estamos aqui revelando talentos, mas sim criando cidadãos, nossos alunos tem que estar matriculados nas escolas, com boas notas e frequência na sala de aula. Os que se destacam encaminhamos aos “profissionais da bola”.


CarlosCarlos Bola e Arte: Brasil = Futebol ou Futebol = Brasil??

Futebol=Brasil.  Sem dúvida somos os melhores do mundo, com mestrado dentro dos gramados, jorrando craques todos os dias nos campos espalhados pelo país, mas ainda analfabetos fora dos gramados, nulos administrativamente. Somos profissionais somente com a bola no pé, carecemos de profissionais do futebol dentro dos times, gerindo-os, são quebra galhos que dirigem nossos times, os verdadeiros cartolas.

Quando verdadeiros profissionais administrarem os times, eles arrecadarão “n” vezes mais, podendo investir na base, em estrutura, em mais profissionais em todos os setores, como uma verdadeira empresa.

E com certeza Futebol=Brasil, pois o Brasil tem muito mais que só o futebol e temos que dar valor as demais coisas também, como por exemplo nossas belezas naturais, a cultura rica do nosso povo de um país continental, etc…

 

CarlosCarlos Bola e Arte: Queremos agradecê-lo pela presença e dizer que o espaço está aberto para o Futebol de Rua aqui no VídeoBlog Bola e Arte.. e pra finalizar, complete com o que mais vc achar importante expressar e deixe os seus contatos!!

Alceu: Primeiramente agradecer o Bola e Arte, Salve CarlosCarlos!!!

E dizer que queremos muito expandir o Futebol de Rua por todo o Brasil, hoje são 2 núcleos em São Paulo na Comunidade de Heliópolis e 6 núcleos na cidade de Curitiba, um na Comunidade do Cajuru e os demais em Escolas Municipais da cidade.

Assim, quem se interessar, seja em participar, em ajudar, fazer parte, abrir novos núcleos, em conhecer, seja muito bem vindo!!!

Meus contatos:

E-mail: alceu@futebolderua.org

Site:  www.futebolderua.org

Fones: (41) 9936-9113

Nextel: 92*22790

Vida longa ao Futebol de Rua, abraxxx geral, muito obrigado,

Alceu









Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 49 outros seguidores