ESCRITOS DA MADRUGADA

5 07 2011

Gosto de soltar palavras ao vento, por vê-las voando e levando pra perto e longe, todas as inquietações, doideras, pirações, que ficam rodopiando feito pipa e redemoinho no meio do salão, salão aberto do universo contemplativo.

Se preparem pois as coisas não param por aqui, A harmonia do entendimento ou de quase isso hoje vem de forma mais equalizada, ruídos acontecem mas já não são prioridade nesse espectro todo.

E no suingado das histórias de encontros e enfrentramentos, é aí que eu fico perplexo e estudo mais ainda os termos e entroncamentos que nos fez chegar até aqui.

Pode fazer cair um pouco do tom da música, mas determinadas harmonias, melodias e principalmente sentimentos estarão contidos nos meus versos, de forma improvisada e revolucionária.

Não terei receio de usar palavras com medo de ser mal-interpretado.. a partir de agora a história é outra, serei o legítimo “carinha de pau”… aqui, madeira é ouro e ouro é muito mais do que ouro!!!”

CarlosCarlos


Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: